A rodada 31...

Foi surpreendente, mas o desmantelado time da Roma (sem Totti, Montella, Nonda, Chivu e De Rossi) foi melhor do que a Juventus no empate por 1 x 1, neste sábado, em Turim. Talvez os juventinos já estivessem com a cabeça na Liga dos Campeões, talvez já se considerem (com certa razão) campeões, mas o fato é que foram inferiores mesmo jogando em casa.

No primeiro tempo, Emerson achou um gol de cabeça aos 24, após cobrança de escanteio. E os 45 minutos iniciais, que bem poderiam ter terminado 1 x 0 para a Roma, tiveram o placar inverso. Nedved, porém, foi expulso nos minutos finais e faria muita falta no segundo tempo. Assim como Del Piero, que deixou o campo machucado e preocupa para o jogo contra o Arsenal...

O segundo tempo foi mais fraco. A Roma tinha o domínio, mas não conseguia criar grandes chances. E o empate veio no final, num golpe do destino: o marroquino Kharja, que só havia entrado nove minutos antes porque o francês Dacourt deixara o campo machucado, empatou, também de cabeça, após um escanteio cobrado por Taddei.

1 x 1. Não sei se o resultado foi justo. Mas certamente foi menos injusto. Eu não vi os outros dois jogos do dia (que também tiveram gols brasileiros), mas vale citá-los:

  • Em Parma, Fábio Simplício, com um gol no primeiro tempo, garantiu a vitória do time da casa (que vem subindo e já é 10o colocado) sobre a Inter. Parece que o Adriano, substituído por Cruz no fim do segundo tempo, foi mal de novo. E o time de Milão fica agora "ilhado" no terceiro lugar: cinco pontos atrás do vice-líder Milan e cinco à frente da quarta colocada Fiorentina.

  • Em Milão, o Milan bateu a Fiorentina de virada, por 3 x 1. O artilheiro do Italiano, Luca Toni, abriu o placar aos 13, com seu 25o gol na competição. Sete minutos depois, Shevchenko empatou. No segundo tempo, respectivamente aos 3 e 15 minutos, Kaká e Gattuso completaram o placar. A nota positiva foi a volta de Maldini aos gramados: após 109 dias sem jogar, ele entrou em campo aos 30 do segundo tempo, no lugar de Costacurta.

Agora, o Milan está a oito pontos da Juve, faltando sete rodadas pro fim do Italiano. Será que dá? Não creio... Legal mesmo será o jogo entre Fiorentina (60 pontos) e Roma (59), as duas equipes postulantes à quarta vaga na Liga dos Campeões. No próximo final de semana, em Florença. Jogo pra ver.



Escrito por Gian Oddi às 20h13
[   ] [ envie esta mensagem ]




Os mais ricos da bola

A Gazzetta dello Sport publicou hoje uma lista com os jogadores mais bem pagos do mundo. Os valores estão em milhões de euros e referem-se ao salário liquido que cada um recebe do seu clube. Não entra aí, portanto, a grana de publicidade, eventos, patrocínios etc. Confiram:

1) Beckham (ING - Real Madrid) - 6,4
Raúl (ESP - Real Madrid) - 6,4
Ronaldo  (BRA - Real Madrid) - 6,4
Zidane (FRA - Real Madrid) - 6,4
5) Ronaldinho Gaúcho (BRA - Barcelona) - 5,5
6) Totti (ITA - Roma) - 5,2
Shevchenko (UCR - Milan) - 5,2
8) Buffon (ITA - Juventus) - 5
Del Piero (ITA - Juventus) - 5
Lampard (ING - Chelsea) - 5
John Terry (ING - Chelsea) - 5
Patrick Vieira (FRA - Juventus) - 5
13) Adriano (BRA - Internazionale) - 4,8
Kaká (BRA - Milan) - 4,8
15) Sol Campbell (ING - Arsenal) - 4,5 
Rio Ferdinand (ING - Manchester United) - 4,5
Trezeguet (FRA - Juventus) - 4,5
18) Filippo Inzaghi (ITA - Milan) - 4,3
19) Antonio Cassano (ITA - Real Madrid) - 4
Van Nistelrooy (HOL - Manchester United) - 4

O censo dos milionários diz que:

  • Italianos e ingleses são a maioria na lista: cinco representantes de cada país. O Brasil vem logo em seguida, com quatro (nosso "quarteto mágico"!), e os franceses são três. Espanha, Holanda e Ucrânia tem um jogador cada.
  • O Real Madrid tem cinco dos 20, incluindo um reserva (Cassano). A seguir vêm Juventus, com quatro, e Milan, com três. Chelsea a Manchester tem dois. Barcelona, Roma, Inter e Arsenal, um.
  • O futebol italiano é o mais representado na lista, com nove jogadores. Na Espanha, jogam seis dos 20 atletas. A Inglaterra fica em terceiro, com cinco.


Escrito por Gian Oddi às 12h36
[   ] [ envie esta mensagem ]




Italiano guiará o Real?

Seguem as especulações sobre quem será o técnico do Real Madrid na próxima temporada. E os italianos Fabio Capello (Juventus) e Carlo Ancelotti (Milan) continuam como os mais cotados, apesar dos recentes desmentidos.

O tempo passa, mas nada deve ser definido até o fim da temporada. As especulações, porém, vão rendendo boas polêmicas aos jornais espanhóis e italianos.

O Milan anunciou a renovação com Ancelotti até 2008, e o próprio treinador disse que a "tentação do Real foi muito grande". Tudo parecia resolvido, não fosse o jornal Marca publicar uma notícia de que a tal renovação seria uma farsa, uma manobra de Silvio Berlusconi para manter o time concentrado na Liga dos Campeões e, principalmente, para não perder votos nas eleições italianas do próximo dia 7. Será?

Fabio Capello também anunciou que não sai da Juventus nem a pau. Disse que "com certeza" será o técnico do time na próxima temporada e confirmou que foi procurado pelo Real. Quando os jornalistas perguntaram se os espanhóis teriam procurado antes ele ou Ancelotti, ele se saiu com essa: "Quero saber a opinião de vocês. Vocês acham que eles procuraram antes a quem?".

Eu não tenho dúvidas de quem procuraria primeiro. E você?



Escrito por Gian Oddi às 18h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




A Placar de abril

Está chegando às bancas nesta semana a edição de abril da Placar. A capa é Ronaldo. Um pequeno aperitivo em primeira mão, com a "parte italiana" da matéria, você confere nas linhas abaixo...

Ronaldo e o proprietário da Inter de Milão, Massimo Moratti, são como namorados. Trocam flertes, frases de carinho e, de vez em quando, discutem. São amigos, se falam sempre. No ano passado, o jornal La Gazzetta dello Sport definiu bem o sentimento do dirigente pelo jogador: "Com Ronaldo, Moratti é mais um sentimental irracional do que um presidente rígido e racional. Já o criticou algumas poucas vezes, como faz um pai com um filho, mas, também como um bom pai, sempre manteve as portas abertas para ele".

É verdade. O próprio Moratti diz que sofre quando fala mal de Ronaldo. Desde fevereiro de 2004, um ano e meio depois da saída do atacante para o Real, o dirigente dá declarações de que gostaria de ver o Fenômeno de volta — embora as negue depois, dependendo da repercussão. Como funcionário de um outro clube, Ronaldo não pode fazer o mesmo. Mas não é preciso ser muito perspicaz para perceber nas entrelinhas de suas entrevistas que ele era mais feliz na Inter do que no Real. A volta a Milão, então, poderia ser o caminho natural do Fenômeno.

O problema é que Moratti, com o peso de um jejum de 17 anos sem título italiano, não goza de grande popularidade entre os torcedores. E, hoje, contratar Ronaldo seria uma medida impopular. Ronaldo trocou a Inter pelo Real em 2002, logo depois de ter sido campeão e artilheiro da Copa. Após anos convivendo com seguidas lesões em Milão, saiu de lá justamente no seu ápice.

Despertou a ira dos torcedores, que o chamaram de traidor (até um livro com o título "O Rei Igrato" foi publicado) e ficaram do lado do então técnico Hector Cuper, apontado pelo brasileiro como o motivo de sua saída. Torcedores da Inter (e não estamos falando só dos radicais "Ultràs") são contra. "Se voltar, Ronaldo terá que fazer a torcida perdoá-lo. Eu ainda estou chateado por sua traição", disse o roqueiro Luciano Ligabue, uma das principais personalidades italianas que torcem pela Inter.

Nos últimos meses, talvez só para apimentar a relação entre Ronaldo e Inter, o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, afirmou que o Fenômeno seria bem vindo ao seu clube. Se o interesse for verdadeiro, contudo, Massimo Moratti terá que tomar uma difícil decisão: contratar Ronaldo e comprar briga com boa parte da sua torcida ou deixar seu amigo jogar pelo principal rival. O fato é que, se Ronaldo sair mesmo do Real, Milão tem boas chances de ser o seu destino.



Escrito por Gian Oddi às 11h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




Os jogos da quarta

...foram três, por duas competições. E um amistoso comemorado.

1) Com direito à pênalti perdido por Luca Toni (o artilheiro do Italiano com 24 gols), a Fiorentina só empatou por 0 x 0 com o Cagliari, fora de casa, num jogo fraquinho. Assim, o time de Florença iguala a Roma no número de jogos do Italiano e fica com dois pontos a mais (60 x 58). Bom lembrar que os dois times, que disputam ponto a ponto a quarta vaga italiana na próxima Liga dos Campeões, se enfrentam daqui a duas rodadas, em Florença. Promete.

2) De novo com Taddei como centroavante (isso mesmo!), a Roma jogou fora de casa, contra o Palermo, pela semifinal da Copa da Itália. Abriu o placar com 1 minuto (Perrota), mas levou o empate três mais tarde (Brienza) e a virada no segundo tempo (Mutarelli). No jogo de volta, 12 de abril, na capital, os romanos têm que ganhar de 1 x 0 ou por mais de um gol de diferença para chegar na decisão. Até dá. Mas com Taddei de centroavante...

3) Solari, lembram dele? Isso mesmo, aquele que era reserva de luxo no Real Madrid e virou reserva quase esquecido na Itália resolveu o jogo entre a Inter e a Udinese, pela Copa da Itália. Com um gol de calcanhar (!), ele fez o 1 x 0 que não sairia mais do placar até o fim da partida. Para ir à final da competição, os milaneses jogarão por um empate em Udine. E, pelo (pouco) que a Udinese tem mostrado, não devem ter dificuldade em conquistá-lo.

Outro resultado foi comemorado pelos italianos nesta quarta: Alemanha 4 x 1 Estados Unidos. Se futebol fosse uma ciência exata, realmente haveria motivos para comemorar. Pensaria-se assim: se a Itália fez 4 x 1 na Alemanha, e a Alemanha fez 4 x 1 nos EUA. Então, na Copa, quando os italianos pegarem os norte-americanos logo na primeira fase, a Azzurra vence por 8 x 2. Sei, sei...



Escrito por Gian Oddi às 02h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




Totti & Del Piero

Se divertindo fora de campo, gravando um comercial de TV.
Como atores, eles são craques..... em campo!

Pra conferir o vídeo, clique aqui.

Adendo tardio (15h25 de quarta): teoricamente, Del Piero e Totti disputam o mesmo lugar na Seleção Italiana. Se Totti voltar, deve ficar com a vaga do juventino. Mas, aparentemente, a disputa em campo parece não abalar o relacionamento fora dele...



Escrito por Gian Oddi às 19h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




Totti: "Eu vou à Copa!"

Se depender desses manuais de auto-ajuda tipo Lair Ribeiro, o principal craque da Seleção Italiana, Francesco Totti, já tem lugar garantido na Copa. Afinal, confiança não falta ao craque romano, que no final de semana retirou a placa que ligava seu perônio à tíbia.

"Estou bem e otimista. Conseguirei até jogar algumas partidas com a Roma (antes do Mundial)! Foi tudo perfeito. Me sinto mais leve. E vou jogar a Copa do Mundo, não tenho dúvidas".

O médico responsável pela cirurgia, Pierpaolo Mariani, confirma que Totti não poderia estar melhor.

Se tudo for verdade, acho que a lesão no tornozelo de Totti foi um baita negócio pro camisa 10 da Roma. Porque pouca gente apanha mais que ele no futebol mundial. E, sem jogar, ele fica sem apanhar (e sem correr riscos de lesões musculares).

Se conseguir mesmo voltar a tempo de participar dos jogos finais da Roma, ainda consegue pegar ritmo... e aí, palavra de quem vê nove de 10 dos seus jogos, ele é um baita candidato a astro da Copa.



Escrito por Gian Oddi às 14h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




Melhores da rodada

Não é tão comum na Itália como é por aqui. Mas a verdade é que os jogadores eleitos os melhores em campo no final de semana foram, em geral, os autores dos gols que decidiram os jogos:

Livorno 1 x 3 Juventus – Trezeguet, nota 7,5 – Ele fez dois dos três gols do time de Turim na vitória de sábado.

Inter 3 x 1 Lazio - Recoba, nota 7,5 – Também fez dois dos gols da Inter. Veron e Recoba, nota 7, também mereceram destaque. Na Lazio, o melhor foi Pandev (autor do gol), 6,5.

Udinese 0 x 4 Milan - Aqui não houve um melhor. O Corriere della Sera elegeu o veterano Costacurta, com nota 7,5, a mesma que Nesta mereceu na Gazzetta dello Sport. Eu fico com Gilardino, que nos dois jornais recebeu nota 7, a melhor média junto com os dois zagueiros e com Shevchenko.

Roma 2 x 1 Messina - De Rossi, nota 7,5 – O meio-campista recebeu a nota mais alta, no Corriere della Sera, mas imagino que muito pelo belo gesto de assumir ter feito um gol irregularmente. A Gazzetta elegeu Perrota, nota 7.



Escrito por Gian Oddi às 00h26
[   ] [ envie esta mensagem ]




Haja fair play!


Gol anulado de De Rossi: acredite, o juiz não viu a mão (gazzetta.it)

O meio-campista De Rossi deu um show de espírito esportivo aos 35 minutos do primeiro tempo do jogo entre a sua Roma e o Messina, quando seu time vencia por 1 x 0, neste domingo, no estádio Olímpico da capital italiana.

Ao fazer um gol com a mão, ele nem comemorou. Mas o árbitro não viu e validou o lance. Os jogadores do Messina reclamaram. Ao ver que De Rossi não comemorava, o árbitro Bergonzi resolveu consultar o próprio jogador, que admitiu a irregularidade. E o gol, enfim, foi anulado.

Os adversários, seus companheiros de time e o técnico da Roma, Luciano Spalletti, fizeram questão de cumprimentar De Rossi pela esportividade e se derramaram em elogios ao jovem volante da Seleção Italiana ao fim do jogo. Até um telefonema do prefeito de Roma ele recebeu: "Seu gesto honra você, seu time e a sua cidade", disse Walter Veltroni. 

Foi bonito, é verdade. Só não sei se os torcedores romanos, que ao final do jogo sofriam com um apertado 2 x 1, pensaram o mesmo...



Escrito por Gian Oddi às 23h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




A rodada de Amoroso

Amoroso mal jogou. Entrou aos 28 minutos do segundo tempo quando o placar já era o final, tocou na bola três ou quatro vezes, mas deve ter sido o jogador a mais se emocionar na vitória do Milan por 4 x 0 sobre a Udinese, fora de casa, com dois gols de Shevchenko, um (além de uma ótima atuação) de Gilardino e outro de Seedorf.

De volta à cidade que o consagrou na Itália, onde foi artilheiro do Campeonato Italiano pela Udinese na temporada 1998-99, ele ouviu a torcida (agora rival) aplaudi-lo de pé. Nos minutos seguintes à sua entrada, apesar da má fase e da goleada que levava a Udinese, os torcedores não xingavam e nem vaiavam ninguém. Cantavam músicas em homenagem a Amoroso.

Até hoje, ele só tinha jogado uma partida desde que chegou ao Milan, pela Copa da Itália. Pelo Italiano, estreou neste domingo, nos minutos finais. É verdade que Amoroso não tem jogado quase nada e, com Shevchenko, Gilardino e Inzaghi em grande fase, suas perspectivas não são de jogar muito mais. Mas não importa. Ele deve ter ido dormir feliz.   

Os resultados do fim de semana:
 
Sábado
Treviso 1 x 2 Cagliari
Livorno 1 x 3 Juventus  (dois de Trezeguet e um de Del Piero para a Juve)

Domingo
Chievo 4 x 1 Siena (Amauri fez o terceiro do Chievo)
Fiorentina 3 x 1 Ascoli (o artilheiro Toni fez seu 24o gol no Italiano)
Inter 3 x 1 Lazio (um golaço de Figo e dois gols do talentoso e irregular Recoba para a Inter; Pandev para a Lazio)
Lecce 1 x 2 Parma (Fábio Simplício fez o 2 x 0 do Parma, aos 45 do segundo tempo)
Reggina 0 x 2 Empoli
Sampdoria 0 x 2 Palermo
Udinese 0 x 4 Milan (já disse quem fez, lá em cima)
Roma 2 x 1 Messina (Perrota e Aquilani para a Roma)

Sobre a classificação, não falo mais. Pelo menos até que alguma mudança relevante ocorra na tabela (na briga Fiorentina x Roma, talvez). Só sei que, se dependender de tropeços da Juventus, não falo nunca mais...



Escrito por Gian Oddi às 23h11
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 


Histórico
  28/10/2007 a 03/11/2007
  30/09/2007 a 06/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  16/09/2007 a 22/09/2007
  09/09/2007 a 15/09/2007
  02/09/2007 a 08/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  19/08/2007 a 25/08/2007
  12/08/2007 a 18/08/2007
  05/08/2007 a 11/08/2007
  01/07/2007 a 07/07/2007
  24/06/2007 a 30/06/2007
  17/06/2007 a 23/06/2007
  10/06/2007 a 16/06/2007
  03/06/2007 a 09/06/2007
  27/05/2007 a 02/06/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  29/04/2007 a 05/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  11/03/2007 a 17/03/2007
  04/03/2007 a 10/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  21/01/2007 a 27/01/2007
  26/11/2006 a 02/12/2006
  19/11/2006 a 25/11/2006
  12/11/2006 a 18/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  29/10/2006 a 04/11/2006
  22/10/2006 a 28/10/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  08/10/2006 a 14/10/2006
  01/10/2006 a 07/10/2006
  03/09/2006 a 09/09/2006
  27/08/2006 a 02/09/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  13/08/2006 a 19/08/2006
  06/08/2006 a 12/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  16/07/2006 a 22/07/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  02/07/2006 a 08/07/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  11/06/2006 a 17/06/2006
  04/06/2006 a 10/06/2006
  28/05/2006 a 03/06/2006
  21/05/2006 a 27/05/2006
  14/05/2006 a 20/05/2006
  07/05/2006 a 13/05/2006
  30/04/2006 a 06/05/2006
  23/04/2006 a 29/04/2006
  16/04/2006 a 22/04/2006
  09/04/2006 a 15/04/2006
  02/04/2006 a 08/04/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006
  19/03/2006 a 25/03/2006
  12/03/2006 a 18/03/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  26/02/2006 a 04/03/2006


Outros sites
  Campeonato Italiano - resultados, classificação, artilheiros e estatísticas

  Tuttosport
  Corriere dello Sport
  La Gazzetta dello Sport
  Corriere della Sera
  Revista Placar
  Federação Italiana
  Liga Italiana
  Na TV (do site Trivela)
  Uefa.com

  Ascoli
  Atalanta
  Bologna
  Cagliari
  Catania
  Chievo
  Empoli
  Fiorentina
  Genoa
  Internazionale
  Juventus
  Lazio
  Livorno
  Messina
  Milan
  Napoli
  Palermo
  Parma
  Reggina
  Roma
  Sampdoria
  Siena
  Torino
  Udinese

  Buela de Capotón
  Thank God for Football
  Carta-bomba
  Blig do Repórter
  Blog de Bola
  Lédio Carmona
Votação
  Dê uma nota para meu blog