A VOLTA DOS GRANDÕES

Após um torneio meio melancólico, se aproxima a "Liga dos Sonhos" na Itália.

A Juventus ganhou por 2 x 0 do Mantova (Trezeguet e Nedved) e garantiu o título da Série B. O técnico Deschamps, apesar da ótima campanha, parece que trocou uns "fille d'une pute" com o diretor e compatriota Jean Claude Blanc e vai mesmo picar a mula. Lippi e Capello podem chegar, assim como outra meia dúzia de nomes, mas isso por ora não interessa.

Interessa, isso sim, que Genoa e Napoli venceram. O primeiro, vice-líder, bateu o Pescara por 3 x 0 com dois gols do brasileiro Adailton (11 no torneio), que voltava de lesão. Já o Napoli fez 3 x 1 no Verona, fora de casa. E o melhor, Fellini que me perdoe mas estou pensando na força do próximo Italianão, o Rimini perdeu.

Assim, se a Série B acabasse hoje (faltam duas rodadas), Juve, Genoa e Napoli subiriam sem "spareggio". Pra quem não sabe, na Série B, se a distância do terceiro para o quarto colocado for menor que 10 pontos, joga-se um playoff de desempate entre esses dois times mais o quinto e o sexto colocados. E só um deles subirá.

Hoje, o terceiro colocado Napoli tem 75 pontos contra 64 do novo quarto colocado Piacenza. Se a distância for mantida, teremos Juve, Genoa e Napoli nas vagas de Ascoli, Messina e mais um pequeno que cairá amanhã na Série A. Não é legal?



Escrito por Gian Oddi às 17h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




DOIS MOTIVOS PARA UMA MESMA FOTO

Primeiro: mostrar que há quem saiba tirar sarro sem sem mal educado. É o caso de Gattuso com a placaquinha "Eu não a ganho há 42 anos" com as cores da Inter.

Segundo: atender ao pedido da excêntrica leitora que, mesmo num time com Maldini e Nesta, escolhe Gattuso como sex-symbol.



Escrito por Gian Oddi às 16h18
[   ] [ envie esta mensagem ]




A FAIXA DE QUEM NÃO SABE GANHAR

Acho que não preciso traduzir a faixa provocativa que o Ambrosini segurou enquanto o time do Milan desfilava na comemoração do título da Liga dos Campeões, né?

Gente que não sabe ganhar tem de monte por aí. Mas será que o espertalhão achou mesmo que iria exibir tamanha idiotisse sem criar a polêmica que criou? Será que ele não imaginava obrigar seus diretores a, constrangidos, pedirem desculpas públicas à Inter? E será que ele sabe o clima que está criando pro próximo derby?

Sou obrigado a dizer, embora não seja das minhas frases prediletas: prefiro o Ambrosini dentro de campo.



Escrito por Gian Oddi às 15h22
[   ] [ envie esta mensagem ]




EUROPA À MILANESA

O Milan jogou menos que em 2005. O Liverpool, mais. Se naquele ano os italianos tinham sido bem superiores durante 84 dos 90 minutos de jogo, em 2007 não foi assim. Mas a imprevisibilidade da final em um só jogo permite que isso não tenha nada a ver com quem leva o troféu. E se para os torcedores do Milan a final de ontem foi uma vingança, pra quem não é milanista foi apenas uma reparação.

O jogo foi também uma redenção para Dida. Foi a cereja no bolo de Maldini. A prova da recuperação de Nesta. Uma baita propaganda para Berlusconi. Valeu mais que um troféu, provavelmente dois ou três, para Kaká. Representou a chave de ouro de Costacurta. Deve ter dado água na boca de Ronaldo. Completou o já gordo currículo de Cafu. Resumiu o que é Inzaghi. Consagrou o sempre criticado Ancelotti. Impediu que Oddo, Gattuso, Pirlo, Nesta, Gilardino e Inzaghi completassem um ano sem título desde a conquista da Copa com a Itália.

Mas, mais que as conquistas individuais, o título do Milan é mesmo de um grupo. É impressionante como um time pode manter a mesma base-galáctica e o mesmo técnico por tanto tempo sem passar por turbulências e conflitos entre vaidades. Pra termos uma idéia da raridade que é o clima milanista, basta olharmos para os últimos cinco anos do Real Madrid, para as farpas entre Drogbas e Shevchenkos no Chelsea, para os ciúmes de Etto em relação ao Gaúcho, para os insatisfeitos reservas da Internazionale, para o beicinho do Mancini com a idolatria do Totti. E tantos outros infinitos exemplos.

No Milan isso não ocorre. Estrelas sentam no banco caladas (vale lembrar que o chato do Inzaghi, o herói de Atenas, foi reserva durante toda a temporada). Ninguém critica ninguém. As decisões do técnico, quando muito, são contestadas pelo Berlusconi, nunca pelos jogadores. Mas a prova do clima de amizade que impera em Milanello talvez esteja mesmo nas constantes visitas de descomprometidos ex-jogadores e suas declarações à imprensa (Rivaldo, Shevchenko e Rui Costa foram prova disso nessa semana).

O mérito por tudo isso eu dividiria em três partes. A primeira da diretoria, que contrata levando em conta também o perfil de cada jogador, além de consultar os integrantes do elenco sobre possíveis contratações; a segunda, por motivos óbvios e inegáveis, de Carlo Ancelotti; e a terceira do capitão Paolo Maldini, ídolo-mor do clube que dá um exemplo de humildade e generosidade dentro e fora de campo. Para quem representa o que representa, convenhamos, Maldini é uma exceção. Como o seu Milan.

Vamos às notas da Gazzetta dello Sport para os campeões europeus no jogo de ontem:

Dida, 7,5
Oddo 6,5
Nesta 7
Maldini 7,5
Jankulovski 5,5 (Kaladze s/n)
Gattuso 6,5
Pirlo 8
Ambrosini 6,5
Seedorf 5,5 (Favalli s/n)
Kaká 7,5
Inzaghi 9 (Gilardino s/n)

Sobre as atuações, valem destaques duas frases, a primeira da Gazzetta e a segunda do Corriere della Sera. A primeira: "Um gol de Inzaghi não será nunca por acaso. Porque onde a bola passa é ele que está, não os outros". A segunda: "Kaká é decisivo mesmo quando se esconde".

PS: E essa devia ser a grande temporada para a torcida da Inter...



Escrito por Gian Oddi às 09h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




É HOJE O DIA


Torcida brasileira: Rivaldo visita os ex-companheiros em Atenas
e abraça o capitão Paolo Maldini, um dos astros da final

Gostem ou não interistas, juventinos e romanistas, é hoje o dia mais importante para o futebol italiano em 2007. O Milan, poucos apostavam no começo da temporada (desculpem o marketing pessoal, mas eu apostava: podem olhar no último Guia dos Europeus...), decide a final da Liga dos Campeões a partir das 15h45 e põe em jogo várias coisas:

1) O prêmio de melhor jogador do mundo em 2007 para Kaká. Se o Milan levar o caneco, o brasileiro deve ser eleito o melhor do planeta também pela Fifa. Porque "também"? Porque o prêmio Bola de Ouro, da revista France Football, posso jurar que o brasileiro já levou. A revista francesa, diferentemente da Fifa, costuma premiar invariavelmente o melhor da temporada. E isso Kaká já foi, independentemente da final de hoje.

2) O "isolamento" do Milan como segundo melhor time em toda a história da Liga dos Campeões. Se ganhar hoje, os milaneses ficam com 7 títulos do torneio, 2 a mais que o Liverpool e 2 atrás do Real Madrid. Já se os ingleses levarem melhor em Atenas eles se igualam ao Milan na segunda colocação, com 6 troféus cada um.

3) A briga entre espanhóis, italianos e ingleses pela primazia da Champions: se o Milan ganhar o caneco, a Itália se junta à Espanha como país que mais levou o campeonato e ainda leva vantagem no "critério de desempate" de finais disputadas: cada país terá 11 títulos, mas os italianos terão jogado 25 decisões contra 20 dos espanhóis. Os ingleses, se ganharem, também chegarão a 11 conquistas; mas suas finais foram só 15 (o que, contudo, mostra um ótimo desempenho em decisões).

4) A consagração absoluta do capitão milanista Paolo Maldini, que joga nesta quarta, aos 39 anos, sua oitava (!!!) final de Liga dos Campeões e pode conquistar seu quinto (!!!) título do torneio na história. Se o Milan vencer, será ele a levantar o troféu (dessa vez sem papel picado, nas tribunas do estádio de Atenas).

5) A vingança daquela até hoje doída derrota do Milan na final de 2005, quando o time italiano vencia por 3 x 0 no intervalo, cedeu o empate em apenas seis minutos, voltou a pressionar muito (esbarrando numa atuação memorável do goleiro Dudek, hoje no banco) e perdeu nos pênaltis. Dos jogadores que atuaram naquela decisão, estarão em campo hoje: Dida, Nesta, Maldini, Gattuso, Pirlo, Seedorf e Kaká pelo Milan; Finnan, Carregher, Gerrard, Xabi Alonso e Riise pelo Liverpool. É ou não uma vingança?

Por falar em jogadores, vamos às prováveis escalações das duas equipes:

MILAN
Dida, Oddo, Nesta, Maldini e Jankulovski; Gattuso, Pirlo e Ambrosini; Kaká e Seedorf; Inzaghi (eu era mais Gilardino).

LIVERPOOL
Reina, Finnan, Agger, Carragher e Riise; Pennant, Mascherano, Xabi Alonso e Zenden; Gerrard; Kuyt.

Bom jogo para os felizardos que conseguirão assistir à partida às 15h45 de uma quarta-feira normal. Estou entre eles. Verei o jogo num pub de São Paulo, território inimigo (sim, não nego, torcerei pelo Milan e por Kaká). Por isso, não contem com aquele post logo depois do apito final. Dessa vez, vou levar um tempinho maior para comentar a decisão. Saluti.



Escrito por Gian Oddi às 10h43
[   ] [ envie esta mensagem ]




UM LOBBY PUXA O OUTRO

Nesta terça-feira, véspera da final da Liga dos Campeões entre Milan e Liverpool, o jornal francês L’Equipe dedica sua capa a Paolo Maldini. Num longo e elogioso editorial, e no embalo do que já fazem os jornais italianos, sugere que o veterano milanista ganhe a Bola de Ouro da France Footbal. Pelo conjunto da obra, claro, não por sua temporada 2006-07.

Aí perguntaram ao Maldini, na coletiva de hoje em Atenas, o que ele achava de ganhar o prêmio. E Maldini resolveu "repassar" seus votos para um certo outro candidato:

"Se não ganhei até agora, imaginem em 2007. Mas eu deixo um conselho aos jurados: Ricardo merece o prêmio mais que qualquer um".

Ricardo, você sabem, é Kaká.



Escrito por Gian Oddi às 18h10
[   ] [ envie esta mensagem ]




UMA REVISTA, QUATRO CAPAS

A edição de junho da Placar



Escrito por Gian Oddi às 15h15
[   ] [ envie esta mensagem ]




A RODADA DO ADEUS

Eu já tinha escrito faz tempo. Mas, acreditem, esqueci de postar... bom, ainda que com atraso, eis o post da rodada. A rodada das despedidas.

 

  
Peruzzi e Costacurta: eles se despedem, mas deixam substitutos... 

 

Inter campeã. Roma na fase principal da próxima Liga dos Campeões. Lazio e Milan garantidos na fase eliminatória da mesma Liga. Fiorentina, Empoli e Palermo matematicamente na Copa da Uefa. Messina e Ascoli rebaixados. Na última rodada, portanto, só haverá uma dúvida a desfazer: quem será o último a cair? Depois da rodada de ontem, sobraram cinco candidatos: Siena, Reggina, Catania, Parma e Chievo. 

 

Milan 2 x 3 Udinese
A despedida de Costacurta, que deixou seu golzinho de pênalti (o terceiro gol em 458 jogos na Série A!), podia ter sido melancolica por causa da derrota. Mas não foi. Sem objetivos no torneio, o resultado pouco importava aos milaneses, que jogaram com o time reserva poupando os titulares para ao jogo de quarta-feira contra o Liverpool. Aos 41 anos Billy deixa o time no qual joga desde 1988 (!), Deixa o time, mas não o clube: será assistente de Ancelotti, como já acontece com Mauro Tassotti. Dizer que "o Milan é uma família" não é força de expressão. Nem exagero.    


Atalanta 1 x 1 Inter
Figo marcou para a Inter. Na Atalanta, Vieri entrou no segundo tempo, muito bem. Só não marcou porque Cordoba salvou uma bola em cima da linha. Certamente teria sido um gostinho especial para um dos mais recentes desafetos de Massimo Moratti, o dono da Inter.


Cagliari 3 x 2 Roma
Totti fez dois e precisa marcar mais dois na última rodada para ganhar (ou quase, porque Nistelrooy está chegando na Espanha) a Chuteira de Ouro. Nos vestiários, Panucci já disse que o time fará de tudo para dar o troféu europeu ao capitão. Ele disse que ele terá que agradecer à equipe. Será que dá? O adversário será o já rebaixado Messina, no Olímpico. O Cagliari se salvou do rebaixamento, mas só soube depois do jogo, ouvindo um radinho no banco de reservas, ao ser informado da vitória da Samp. E a dúvida no clube é: para onde irá Suazo? Inter e Roma estão na briga.

Chievo 1 x 0 Ascoli
A vitória sobre o já rebaixado Ascoli fará o Chievo jogar por um empate para não cair na última rodada sem depender de outros resultados: contra o Catania, em campo neutro.

Empoli 3 x 3 Reggina
A incrível recuperação da Reggina, que perdia por 3 x 0 no intervalo, valeu um pontinho precioso e simbolizou o que o time fez no campeonato. Mas o time ainda corre sério risco, pois recebe o Milan na rodada final. Seria injusto que caísse porque, é bom lembrar, a equipe começou o torneio com 11 pontos negativos e todos já a consideravam rebaixada. O Empoli garantiu a Uefa matematicamente.

Lazio 0 x 0 Parma
A despedida de Angelo Peruzzi depois de 20 anos de carreira foi o grande atrativo do jogo. Para o adeus de um goleiro (um goleiraço, aliás), o 0 x 0 parece ser uma justa homenagem, o placar mais adequado. Pena que, como de costume, alguns imbecis da "curva nord", onde fica a torcida organizada da Lazio, mancharam a festa com umas merdas de frases racistas.

Messina 2 x 2 Fiorentina
Riganò, artilheiro da Fiorentina nos seus duros momentos de séries c e b, marcou dois contra a ex-equipe, já garantida na Uefa. Foi aplaudido pela torcida adversária e não comemorou os gols. O Messina já caiu, vocês lembram.

Palermo 2 x 1 Siena
E o Palermo, enfim, conseguiu garantir a vaga na Uefa que parecia garantida havia tanto tempo. O Siena, hoje, seria o último rebaixado. E na última rodada enfrenta a Atalanta fora de casa.

Sampdoria 0 x 0 Catania
Outra despedida: a do técnico Novellino da Sampdoria. O treinador disse que seu ciclo no clube de Gênova acabou e deixa o clube como raramente os técnicos deixam: aplaudido por sua torcida e querido pela maioria do elenco - parte do qual, aliás, pode segui-lo para Torino ou Bologna na próxima temporada.

Torino 1 x 0 Livorno
Com a vitória do Toro, o "campeonato dos sonhos" que eu tanto gostaria de ver na próxima temporada está a cada dia mais perto. Falta Genoa e Napoli subirem. O Livorno, apesar da derrota e com os mesmos 40 pontos que o Torino, também escapou matematicamente do rebaixamento.



Escrito por Gian Oddi às 02h44
[   ] [ envie esta mensagem ]




O TRIO VAI VIRAR QUARTETO?

Outro fechamento, outra semaninha de acesso ralo ao blog. Pelos meus calculos, fiquei com débito de duas "conquistas" (Roma e Juve) e uma rodada. Dos títulos, não há muito mais o que dizer. Então digo pouco. Reparem só:

Primeira torcida feliz da Itália

Com o empate de hoje, a Inter garantiu a melhor campanha da história do Campeonato Italiano. Com suas 29 vitórias, 6 empates e 1 derrota, o time tem um aproveitamento de 84,68% dos pontos disputados. Mesmo que perca na última rodada, ficará com 82,45%. Mais que a melhor marca de todos os tempos, que pertencia à mesma Inter, de 1988-89 (82,36%). Só para deixar claro: estamos falando de torneios com o atual critério de pontuação, com três pontos por vitória.

Segunda torcida feliz da Itália
 
O título da Copa da Itália para a Roma, eu já havia dito nos 6 x 2, é uma justa recompensa. Não ganhar nada e, sobretudo, ficar com a imagem manchada por causa do "acidente do Old Traford" seria uma injustiça ao bom trabalho da equipe (e, sim, também de Spalletti). Totti, depois da derrota por 3 x 2 para o Cagliari hoje, deu o sinal do que a torcida mais quer saber agora: "Quem quer ficar, que renove logo. Esse é o momento". Ouviram, Chivu, Mexes e Mancini?

Terceira torcida feliz da Itália
 
Apesar dos -9 pontos, a Juventus garantiu sua volta a Série A faltando três rodadas. Há quem diga que o time não brigará pelo próximo título na primeira divisão. Só pra lembrar: Del Piero (ainda incrível), Buffon, Camoranesi, Trezeguet e Nedved fazem parte do elenco que brincou de pré-temporada durante um ano. E existe uma grana separada pra trazer novidades como Gabriel Milito, Luisão, Sissoko, Huntelaar ou outras infinitas especulações. Pergunto: dá mesmo pra descartar a Juve desde já?

Quarta torcida feliz da Itália?

Essa cena se repetirá? A resposta na próxima quarta-feira.

Sobre a rodada de hoje, escrevo mais tarde. Certo? 



Escrito por Gian Oddi às 23h58
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 


Histórico
  28/10/2007 a 03/11/2007
  30/09/2007 a 06/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  16/09/2007 a 22/09/2007
  09/09/2007 a 15/09/2007
  02/09/2007 a 08/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  19/08/2007 a 25/08/2007
  12/08/2007 a 18/08/2007
  05/08/2007 a 11/08/2007
  01/07/2007 a 07/07/2007
  24/06/2007 a 30/06/2007
  17/06/2007 a 23/06/2007
  10/06/2007 a 16/06/2007
  03/06/2007 a 09/06/2007
  27/05/2007 a 02/06/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  29/04/2007 a 05/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  11/03/2007 a 17/03/2007
  04/03/2007 a 10/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  21/01/2007 a 27/01/2007
  26/11/2006 a 02/12/2006
  19/11/2006 a 25/11/2006
  12/11/2006 a 18/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  29/10/2006 a 04/11/2006
  22/10/2006 a 28/10/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  08/10/2006 a 14/10/2006
  01/10/2006 a 07/10/2006
  03/09/2006 a 09/09/2006
  27/08/2006 a 02/09/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  13/08/2006 a 19/08/2006
  06/08/2006 a 12/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  16/07/2006 a 22/07/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  02/07/2006 a 08/07/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  11/06/2006 a 17/06/2006
  04/06/2006 a 10/06/2006
  28/05/2006 a 03/06/2006
  21/05/2006 a 27/05/2006
  14/05/2006 a 20/05/2006
  07/05/2006 a 13/05/2006
  30/04/2006 a 06/05/2006
  23/04/2006 a 29/04/2006
  16/04/2006 a 22/04/2006
  09/04/2006 a 15/04/2006
  02/04/2006 a 08/04/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006
  19/03/2006 a 25/03/2006
  12/03/2006 a 18/03/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  26/02/2006 a 04/03/2006


Outros sites
  Campeonato Italiano - resultados, classificação, artilheiros e estatísticas

  Tuttosport
  Corriere dello Sport
  La Gazzetta dello Sport
  Corriere della Sera
  Revista Placar
  Federação Italiana
  Liga Italiana
  Na TV (do site Trivela)
  Uefa.com

  Ascoli
  Atalanta
  Bologna
  Cagliari
  Catania
  Chievo
  Empoli
  Fiorentina
  Genoa
  Internazionale
  Juventus
  Lazio
  Livorno
  Messina
  Milan
  Napoli
  Palermo
  Parma
  Reggina
  Roma
  Sampdoria
  Siena
  Torino
  Udinese

  Buela de Capotón
  Thank God for Football
  Carta-bomba
  Blig do Repórter
  Blog de Bola
  Lédio Carmona
Votação
  Dê uma nota para meu blog